Reforma trabalhista é aprovada e empresários francanos cogitam pagar “por fora”, o que hoje não acontece

FRANCA – O Senado aprovou nesta terça-feira (11) o texto da reforma trabalhista. Para virar lei, as novas regras ainda dependem da sanção do presidente Michel Temer. A reforma muda a lei trabalhista brasileira e traz novas definições sobre férias, jornada de trabalho e outras questões. Em Franca, as novas regras ganharam os corredores das fábricas e algumas condições nas relações de trabalho, que hoje não existem, devem ser consideradas:

  • Pagamentos e comissões, que hoje são registrados integralmente no holerite, poderão ser pagos parte formalmente, parte por fora;
  • As horas extras, que são pagas rigorosamente, poderão ser negociadas por um pão a mais no café da manhã;
  • As férias, que hoje são gozadas integralmente dentro dos prazos estipulados, poderão ser tiradas em encarnações futuras;
  • Contribuições sindicais que hoje são pagas com gosto (alguns trabalhadores até gostram de pagar me dobro), serão opcionais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: