Garotinho termina greve de fome ao receber delivery de JK em presídio no Rio

RIO – Preso há 28 dias sob acusação de chefiar uma organização criminosa que extorquia dinheiro de empresários e de receber suborno da JBS, o ex-governador do Rio Anthony Garotinho (PR) terminou sua greve de fome dentro do presídio de Bangu 8. O jejum que iniciou na ultima sexta-feira foi quebrado hoje ao pedir por aplicativo um JK de um restaurante tradicional francano.

“Aí não dá pra manter os princípios. Não resisto a um JK”, disse em carta à diretoria do presídio.

Em carta endereçada à direção do presídio, informou que permaneceria em “jejum por tempo indeterminado” por ter sido preso injustamente e por estar no “limite do sofrimento”. Garotinho fez o mesmo em 2006, quando era pré-candidato à Presidência da República e ficou onze dias sem comer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: