Escola que ensina taxistas de Franca a usar taxímetro tem vagas esgotadas

FRANCA – Os passageiros que solicitaram corridas de táxis em Franca desde ontem, 26, se depararam com uma novidade. A tarifa única de R$ 18, que há algum tempo era cobrada na cidade, não existe mais. A mudança ocorreu devido a necessidade de gerar competitividade com o Uber, recém chegado na cidade. Contudo, segundo o presidente da Associação Altamogiana de Taxistas Ótimos (ASSALTO), os taxistas precisarão passar por reciclagem para aprenderem a usar o taxímetro. “Sempre vi aquele trem no carro, mas achava que balança, aí preferi deixar desligado. Agora vou ter que aprender a usar”, disse Oripe Passos Dias Aguiar, taxista.

A Escola Francana de Taxistas precisou aderir rapidamente a demanda e abriu turmas para curso de Taxímetro Básico, que rapidamente lotaram. “Estávamos negociando um curso avançado de seta, mas tivemos que abortar para colocar o curso de taxímetro. O de seta vai ter que esperar mais um tempo”, disse o diretor da escola, Fransergio Pedigone Bachur. Fransergio pretende abrir mais turmas em breve, mas se diz muito assustado com a procura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: