Prefeitura desiste de consertar Relógio de Sol e põe comissionado no local, informando as horas a quem perguntar

FRANCA – Após a polêmica estimativa para o conserto do Relógio de Sol da praça matriz, atingido por um galho grande de árvore que se quebrou e caiu sobre o monumento em Dezembro do ano passado, a prefeitura anunciou um plano alternativo. Ao invés de pagar R$ 250 mil no conserto, o que inclui em peças importadas do próprio Sol e mão de obra de Thor, o Deus Nórdico, um servidor comissionado será alocado na praça, no mesmo ponto do relógio, e deverá informar as horas aos transeuntes com seu relógio digital. Defensores do Relógio de Sol estão relutantes, mas boa parte da população se declarou a favor da mudança: “É bom né, eu nunca soube ver as horas no outro relógio mesmo”, disse Magnólia Faleiros, 47, sapateira.

O artista W. Veríssimo se prontificou a pintar o servidor de ‘relógio’, para preservar o aspecto histórico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: